quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Hotéis com animais como guest relations


Não é de hoje que percebemos uma real aproximação entre o homem e outras espécies como algo mais natural, real e positivo.

Foi-se o tempo em que cachorros deviam ficar acorrentados do lado de fora de uma casa por questões de higiene, tornando totalmente incoerente possuir um pet. Foi-se o tempo de que gatos eram vistos como transmissores da asma, traiçoeiros e de forças do mal.

Hoje, finalmente, comprova-se que "pelos" possuem mais benefícios, tornando a imunidade de uma pessoa mais forte, prevenindo contra doenças respiratórias como asma e alergias se, desde cedo, convivermos com eles em todos os ambientes. Mais do que isto, a beleza, charme, elegância, simpatia, e carinho que um pet proporciona ao olhar humano tem contribuído para a saúde, prevenção e cura, o que leva hoje, alguns hospitais a permitirem a visita dos pets dos pacientes, além de levarem pets para visitar asilos e hospitais. Resumindo, pelos não são sujeira e estão longe de ser os vilões de uma infecção hospitalar.

Até mesmo em revistas de decoração de NY, gatos são usados para enfeitar e compor um ambiente a ser fotografado.

http://www.marriott.com/hotels/travel/nycak-the-algonquin-hotel-times-square-autograph-collection/
Os prós estão mais em alta do que os contras e é possível ver um pequeno aumento de pets mascotes mantidos em hotéis e restaurantes trazendo sorrisos e leveza a estes locais.

Ainda que seja como estratégia de marketing, pets trazem uma das maiores fontes de mind share. Hóspedes criam uma relação com a mascote, tiram fotos, enviam e-mails para saber como anda o mais fofo dos guest relations que acaba se transformando em celebridade... Por aí vai...



http://www.marriott.com/hotels/travel/nycak-the-algonquin-hotel-times-square-autograph-collection/

Desde os anos 30, o hotel Algonquin, um emblemático de NY (considerado um landmark) ficou famoso também por manter a pet Matilda (hoje Matilda III) como hostess do hotel. Quando o guest relations felino é macho, recebe o nome de Hamlet.

Já o Four Seasons Hampshire, na Inglaterra, adotou, há dois anos, Oliver, um labrador que recebe os hóspedes humanos e não humanos (o hotel é um pet friendly). Oliver é até capa de revista!

http://www.fourseasons.com/hampshire/
http://www.fourseasons.com/hampshire/
Talvez inspirados por Matilda, o Le Bristol de Paris mantém Fa- Raon, há 3 anos!

http://www.lebristolparis.com/fr/bienvenue/


http://www.lebristolparis.com/fr/bienvenue/

Ele ganhou uma lady para acompanhá-lo, Kléopatre! Ambos andam com coleiras Goyard com identificação em prata da Christofle.

O trabalho deles é recepcionar os hóspedes (humanos e não humanos), entreter crianças, adultos e outros pets. Eles fazem caminhadas com os hóspedes e emprestam sua beleza e graça para encantar os corredores destes hotéis.

Ainda que alguns ativistas contestem este tipo de procedimento de hotéis, usando um animal vivo para fins comerciais de entretenimento da clientela, não se pode dizer que estes animais sejam maltratados. Não ficam confinados, tem livre acesso as áreas sociais do hotel e somente visitam os aposentos dos hóspedes se forem formalmente convidados.

O hotel Rosewood em Londres adotou "Pearl" que tem até página própria no Instagram mostrando o seu dia a dia.

@pearl_rosewoodlondon


Seja como for, sabe-se que nossa pressão arterial se estabiliza em uma rápida contemplação da graça de um cachorro ou gato. Eles fazem bem ao coração, literalmente.

Para os hotéis pode ser considerado uma grande sacada de marketing.

Para quem quer ir além de um simples cãozinho ou gatinho, no Brasil temos hotéis com macacos que roubam nosso café da manhã e na África, é possível compartilhar suas refeições com girafas que entram sem cerimônia pela janela no hotel Giraffe Manor de Nairobi.

http://www.giraffemanor.com/






Onde visitar e créditos fotográficos:

A gata Matilda III - NY
http://www.marriott.com/hotels/travel/nycak-the-algonquin-hotel-times-square-autograph-collection/

O cão Oliver - Inglaterra
http://www.fourseasons.com/hampshire/

O gato Fa-Raon - Paris
http://www.lebristolparis.com/fr/bienvenue/

A cadela Pearl - Londres
http://www.rosewoodhotels.com/en/london/interests/Pampered-Pets

As girafas - Nairobi
http://www.giraffemanor.com/

Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +