segunda-feira, 30 de abril de 2018

La Mamounia e o Marrocos, de novo!




Estive recentemente levando um grupo ao Marrocos, pela terceira vez, e ainda tenho mais dois grupos este ano e estou prevendo me tornar habitueé, como em Paris, tamanho o interesse brasileiro pelo país do norte da África tão repleto de encantos. Que bom!


O que era um hotel onde eu levava para tomar um chá e dar uma voltinha por seus corredores palacianos, tornou-se nossa hospedagem: o mítico La Mamounia.

Conhecido por bandas de rock como Beatles e Rolling Stones que encontraram em Marrakesh um dolce far niente entre suas turnês. Mas o Mamounia estava lá muito antes dos roqueiros. Estava nas anatoções de Winston Churchil, como o lugar mais encantador do mundo.



O que era um jardim presenteado pelo sultão Mohamed ao seu filho, príncipe Mamoun,  hoje é um palácio com mais de 200 apartamentos e vilas, uma piscina de 2.500 metros quadrados, um jardim de 8 hectares, repleto de oliveiras com mais de 700 anos, laranjeiras, alecrim, tamareiras, palmeiras imperiais e mais de 80 cactus, cuidado por 70 jardineiros, um spa cinematográfico, 3 restaurantes, 3 bares, boutiques e um casino.

Nomes como Josephine Baker, Edith Piaf, Ronald Reagan, Yves Saint Laurent, trouxeram fama ao lugar, afinal, todo mundo queria checar com seus próprios olhos e pele que espécie de sensação é esta que o La Mamounia provoca.

Aberto em 1923, já premiado diversas vezes como melhor hotel da África e outras tantas como o melhor hotel do mundo, se mantém na seleta lista dos dez melhores do planeta.

A última renovação é assinada por Jacques Garcia, o mesmo que desenhou o conceito do Hotel Costes de Paris.

Meu quarto era o mais "simplesinho" da coleção:


eleito um dos 4º mais lindo jardim do mundo.
Único momento em que desci para o café, às 6h20 da manhã.

Diárias a partir de R$ 1.500,00
 

Agradecimentos:


 LTN Brasil e seu operador local Marocco Imperial que operaram o roteiro e patrocinaram alguns dos diversos mimos oferecidos aos passageiros




Coordenação: Loyalty Luxury



Clientes: Martha Medeiros e João Braga


Fotos: João Passos (do Brasil) e  Hafid El Housseine (Marrocos)

João Passos



Fotos deste post: Cynthia Camargo



Patrocínio da sessão cineminha antes da viagem: Brigadeiros By Cousins



Cia Aérea: Royal Air Maroc e sou novíssimo Dream Liner - um Boeing 787 


    E assim foi o 35º  grupo que tive a honra de participar ao lado do mestre João Braga e o 58º que assisti. Thank you!


People

    
Geralmente, enquanto eu mesma trato com as pessoas sobre as informações do destino e roteiro, dia a dia, preços, condições de pagamento, reservas, vou me familiarizando com cada membro e até o dia do embarque já tenho uma noção do jeitinho de cada um de meus futuros guests, o que me traz o norte que necessito em como atender a cada um deles e suas expectativas e particularidades.

Só que desta vez não tratei nada com ninguém e nem fui apresentada. Somente possuía uma lista com nomes. A sensação foi parecida àquela antiga brincadeira de "cabra-cega".

Aos poucos fui encontrando pessoas alegres, positivas, contentes, interessadas, educadas, de bem com a vida e com um espírito "coletivo" repleto de elegância e charme! No final das contas, foi um presente cuidar deste grupo, trocar seus pratos, carregar suas sacolas, tirar dúvidas, arrumar um jeitinho do charuto chegar na hora certa, traduzir, acolher, aconselhar, colocar ou acompanhar em um táxi ou tuk tuk de volta ao hotel, sair em busca de malas perdidas, proteger, cuidar e mimar. Já sinto saudade. E isto é um ótimo sinal. Só tenho a agradecer. 









Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!