Copyright!

Olá amigo blogueiro!

Se quiser usar meus textos em seus blogs é necessário autorização prévia, já que possuem direitos autorais de copyright!

Se necessita de conteúdo em seu blog e necessita que alguém redija para você me contrate! Eu não sou careira!
abraços!

Denuncie! Plágio é crime:

https://www.espacoblog.com/2013/07/como-denunciar-plagio-ao-google.html

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Agregadores de conteúdo!

Agregadores são aquelas pessoas que a palavra diz, agregam. Valores, ideias, amigos, conhecidos, fornecedores, clientes, família e até mesmo outras espécies, fazendo a ponte entre um lado e outro de serviços, habilidades, talentos, necessidades, conceitos, conteúdos, experiências e vivências...


O agregador é aquele que tem prazer em articular e orquestrar uma networking sempre interligando contatos e fazendo  interagirem entre si.

Apresenta, indica, contribui, acrescenta, multiplica, promove, referencia, avaliza, oferece, compartilha, envolve, reúne, alimenta, propaga, incentiva, integra...


A intenção? Nenhuma, a pessoa é assim. Sente o prazer em unir pontos, construir pontes, promover os talentos e reunir.  O que ela ganha com isto? Nada. Somente o prazer de se sentir útil e de promover conhecimento e interação. Tem vaidade aí? Talvez. Mas se faz bem que mal tem?

Já o desagregador faz justo o contrário. Rompe, separa, diminui, seleciona, dissolve, divide, subtrai, fragmenta, desune, corrompe, desintegra...


O mais interessante é que as duas personalidades agem de formas opostas, mas muitas vezes levadas pelos mesmos motivos: Prazer & Vaidade.


Claro, que as duas correntes tem suas diferenças fundamentais entre a maturidade e excelente autoestima do primeiro e a infantilidade e o sentimento de inferioridade do segundo. 

O primeiro, quanto mais ele agrega, melhor ele se sente (tanto de prazer, quanto de vaidade por ser o causador do agregamento, além é claro de seu traço nobre da alegria em ter promovido algo ou alguém - de fato, não há maior prazer na vida do que fazer algo pelo próximo).



"auuuu!!!! Que Chic!!! Bracelete da Kebal em Paris, no cenário do filme Diabo Veste Prada!!! Obrigada Cynthia!

 Você me deu um presenteee!!!!"


Já o segundo, sente basicamente o mesmo, quanto mais ele destrói, separa, rompe os laços, com mais prazer e mais vaidade ele alimenta o seu ego por se sentir exclusivo, seletivo, ponderado, sensato, equilibrado, ordenado.

A diferença básica aqui está entre a famosa felicidade efêmera e a verdadeira.

O agregador, ao olhar para trás, vê uma trilha bem articulada, colorida, consolidada, brilhante e constantemente em movimento e se multiplicando.


No segundo caso, ao olhar para trás, o desagregador irá enxergar uma trilha em pedaços, rasgos, furos, cortes e nós, constantemente diminuindo até que não exista mais traço, trilha, resquício...

E então, como você prefere alimentar a sua vaidade? Você é construtivo ou destrutivo? 

Já que somos todos pecadores, seres imperfeitos, vamos pecar todos juntos? Agregando-nos.  

Esta é a intenção deste blog. Compartilhar conhecimento, experiências, indicar serviços, lugares, pessoas e esperamos que se multiplique, sempre!  
   

Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +