sábado, 9 de abril de 2011

Entrevista - Reali Jr.

ENTREVISTA COM REALI JR.

O correspondente mais conhecido do Brasil, que há quarenta anos enviava suas notícias de Paris todas a manhãs, na rádio Jovem Pan, além ter sido também o correspondente do jornal O Estado de São Paulo, me concedeu uma entrevista em agosto de 2002! Foi uma honra!!









CC: O autor do livro O Poder do Mito - Joseph Campbel, afirmou uma vez que a salvação do mundo estava no turismo - que quanto mais as pessoas entrassem em contato com diferenças culturais, crenças e tradições, mais tolerância seria fortificada entre os povos. O senhor concorda com esta afirmação?



Reali Jr.: Eu não me oponho a afirmação, mas acho forte demais. Eu acredito que o turismo é um dos diversos fatores necessários para a salvação do mundo. É claro que a importância do turismo é incontestável por estabelecer uma relação entre os povos que antes não existia.



Hoje, cada vez mais, este fluxo tem crescido e podemos dar como o exemplo a França que recebe 75 milhões de turistas por ano de todas as regiões do mundo, além de acolher imigrantes também de todas as partes.



Ou seja, o turismo, sem dúvida é um elemento fortíssimo para o encaminhamento da união dos povos.


CC: Vivendo em Paris há trinta anos e sendo praticamente um parisiense, o senhor pode dar uma dica de passeio dentro de Paris e ainda dar uma dica, um pequeno truque que os brasileiros não saibam sobre Paris?


Reali Jr: Eu vou lhe responder como paulistano e não como parisiense (risos). Existem os bairros turísticos de Paris que merecem a visita como Saint Germain por exemplo. Mas dentro da linha que estamos falando, bairros como o 19 e 20 acolhem uma mistura de crenças e raças, dando a estes espaços características heterogenias.


Quanto a dica , são tantas....Mas tem uma que posso dizer que é a forma mágica de interagir bem com os franceses com uma regrinha básica: Ao abordar qualquer pessoa, seja um garçom, na rua, na padaria, no estacionamento, nas lojas diga primeiro "Bonjour madame ou monsieur". Em seguida um "s´il vous plâit" e depois o que você deseja. Ao sair, nunca agradeça e simplesmente vire as costas. Diga merci e "Au Revoir" , "Bon soir", Bon Soirée, Bon après-midi"....Ainda que esta cordialidade seja pro froma, ela é fundamental para ser bem recebido em qualquer lugar da França e os brasileiros não estão acostumados com isto. Geralmente nós dizemos "uma cerveja por favor". Pulamos o Bom Dia. E depois dizemos Obrigado e cortamos o "Até Logo"....


Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +