domingo, 22 de setembro de 2013

Hospitalidade em um hotel Desing em Paris - Bonito & Educado!!

Usamos o Hotel Élysées Régencia há mais de 7 anos! Quem costuma ir a Paris e não se hospeda em hotéis palácio, sabe bem que a hospitalidade não é o forte dos parisienses. Mesmo que a maioria dos funcionários dos hotéis não sejam franceses, o treinamento ministrado inclui o traço característico "estressado".
Este é um dos motivos pelos quais somos "habitués" deste hotel.

A localização é perfeita, a 5 minutos a pé da Champs-Elysées. O caminho de um ponto a outro está repleto de pequenas lojas de conveniência onde se pode desde carregar o celular, até comprar água mineral para abastecer seu frigo. Farmácias e pequenos restaurantes não faltam.

O hotel é de charme e interpreta muito bem a sua classificação com pequenos detalhes que fazem muita diferença.

O café da manhã é excelente! Não falta nada. Queijos, croissants, iogurtes, crepes, nutela, sucos, frutas e até sushi para atender aos hóspedes orientais. Já me hospedei em grandes redes que servem pão e manteiga no café da manhã e olhe lá!!

 
No quarto há uma cafeteira elétrica onde você pode se servir a vontade de diversos tipos de chá, café forte, suave, descafeinado ou mesmo um cappuccino.
Ao fazer o check-in, você é recebido em seu apartamento com os famosos "macarons" coloridos, uma grande garrafa de água Evian, pétalas de rosas sobre a cama e amenities L´ Occitane para um banho relaxante depois das longas horas de voo.

 Apesar de ser um 4 estrelas, roupões e chinelos estão à disposição. E todas as noites um chocolate os espera sobre a cama aberta!

A decoração é clean, agradável, confortável tanto quanto um cinco estrelas.

O hotel é pequeno, mas oferece uma recepção charmosa, bar, biblioteca e sala com computador e serviço de wi-fi também nos apartamentos. Há inclusive um piano onde já fizemos apresentações!

 Mas nada disto é tão importante quanto a hospitalidade dos funcionários, de todos eles. Pessoas gentis, alegres, dispostos, preocupados de fato com o hóspede. Adoro chegar ao hotel e todos me chamarem pelo nome.

Me lembro de uma vez um deles ter costurado uma bota minha que havia arrebentado e uma outra vez, eu não tinha tido tempo para comer nada e estava saindo em uma ambulância, para levar uma passageira que estava passando mal, quando um deles me deu um pacotinho de batata frita para eu comer no caminho. Isto faz toda a diferença.

 The best!!





Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +