segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Alsácia


Vinicius de Moraes passou algum tempo traduzindo seu livro "Cinco Elegias" para o francês por aqui.


Um pedaço da Alemanha dentro da França. É assim que podemos traduzir o que se vê e sente na Alsácia. A arquitetura, os pratos típicos, as festas, o vinho, a cerveja e até o sotaque dos alsacianos, nos dá a nítida impressão de que são alemães falando em francês.

A Alsácia é a menor região da França, reunindo-se ao resto do país sob o reinado de Luis XIV, em 1648. Entre 1870 e 1945, o território mudou de nacionalidade quatro vezes, por fazer fronteira com a Alemanha, separados apenas pelo rio Reno.

Estrasburgo


Por esta razão, a capital da região, Estrasburgo, passou a ser símbolo de reconciliação da Europa a partir de 1949. O conselho da Europa foi então criado e une todas as grandes democracias do Velho Continente que se reúnem no Parlamento Europeu de Estrasburgo, considerada um centro histórico das duas grandes civilizações que constituíram a Europa: latinos e germânicos.

A riqueza de sua arquitetura e o romantismo de seus canais juntamente com sua suntuosa catedral e o charmoso bairro Petite France atrai mais de 3 milhões de turistas ao ano.

A grande catedral, erguida entre 1176 e 1439, tem 142 metros de altura e foi a maior catedral do cristianismo até o século XIX. Em estilo gótico, com uma fachada impressionante, a catedral possui um curiosidade extremamente simpática:







Uma peça interessante que compõe o cenário gótico é o seu relógio, construído em 1547 por relojoeiros suíços. Sempre às 12h30 é possível apreciar marionetes dos doze apóstolos desfilando diante de Jesus Cristo, sendo que quando o boneco de Pedro passa, podemos ouvir também o galo cantando.

Flanar em Estrasburgo sem rumo e sem pressa é o ponto alto da visita. Todas as esquinas são encantadas e emolduradas pelas pontes dos canais dando a impressão de se fazer parte de um conto.



Uma parada para apreciar a tarte flambée, típica da região (parece muito com pizza de massa fina) e a torta de cebola.



Uma cerveja Kronenbourg e o vinho com a uva riesling fazem parte, assim como provar e trazer para casa garrafas de eau-de-vie.



A Alsácia produz a maior variedade de aguardente e licores de fruta do que qualquer outra parte da França e, muito provavelmente, do mundo.

Toda fruta do pomar e toda fruta silvestre das montanhas são destiladas.
A aguardente da Alsácia é incolor, seca e com perfume intenso da fruta. São fabricadas em pequenas destilarias e por alguns dos grandes produtores de vinho.

Presentear com estas garrafinhas é um charme! Pera, pêssego, framboesa, amora silvestre, marmelo, morango, ameixa, fruto do sabugueiro, groselha preta, mirtilo...


Este tipo de construção é chamado de colombages, feitas com estas vigas de madeira aparente que podem ser encontradas por toda a região da Alsácia.

Hospedagem na Alsácia


E este hotel é o Chateau de l´Ile, o único chateau que restou na região, construído no século XVII.

Almoçar e jantar neste hotel é divino mas, uma vez que estiver na Alsácia, existe um outro lugar mais do que obrigatório para os amantes da alta gastronomia:

L´Auberge de L´Ill 

Uma história de 150 anos de amor e dedicação a arte de servir. Assim é o 3 estrelas da Alsácia. Uma empresa totalmente familiar e mantido através de várias gerações sempre com o mesmo toque de excelência. 



O chef Marc Haeberlin trás o toque de encantamento. 

Uma vez, levando um grupo gastronômico, eu e o guia local acomodamos o grupo, traduzimos as boas vindas do chef, o cardápio que seria oferecido, penduramos os casacos, tiramos fotos e desejamos “Bon Apétit”! Quando estávamos saindo do restaurante, a fim de encontrarmos algum lugar para comer um sanduíche, o chef e proprietário estrelado nos abordou perguntando se nos incomodaríamos em comer na cozinha!!


E desta forma, humildemente, o grande chef 3 estrelas, puxou a cadeira para mim, a mãe dele trouxe um vaso cheio de flores frescas (que ela foi colher no jardim)para enfeitar nossa mesa e o sommelier premiado veio nos sugerir o vinho.

Almoçamos como reis sendo servidos pelo próprio Chef!

E então, na hora do cafezinho, ele nos diz:

“- Vocês estão sentados no lugar preferido do Rei da Suécia! Quando ele vem, faz questão de sentar-se na cozinha!!”

























www.auberge-de-l-ill.com

Outros passeios na Alsácia:


Saiba mais sobres suas vilas encantadas:



                                                http://www.haut-koenigsbourg.fr/fr/



Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +