Copyright!

Olá amigo blogueiro!

Se quiser usar meus textos em seus blogs é necessário autorização prévia, já que possuem direitos autorais de copyright!

Se necessita de conteúdo em seu blog e necessita que alguém redija para você me contrate! Eu não sou careira!
abraços!

Denuncie! Plágio é crime:

https://www.espacoblog.com/2013/07/como-denunciar-plagio-ao-google.html

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Moscou - Palácios subterrâneos


Ouve-se muito sobre a beleza dele, procura-se muito suas imagens no Google, ainda mais eu. 

Sempre fiquei um pouco frustrada, porque sou muito exagerada em questão de fotos. Preciso delas enormes, longe, perto, muito perto, com zoom total, com e sem filtros e vários ângulos...


Mas nada se compara ao descer, pessoalmente, em uma destas estações e constatar, com seus próprios olhos, matar de vez a curiosidade e aproveitar bancar a fotógrafa cheia de ângulos, tais e quais que busco por aí... 

O primeiro projeto de metrô em Moscou data da época do império, mas foi adiado por conta da I Guerra Mundial, Revolução de Outubro e a Guerra Civil

Finalmente, em 1931, Stalin decide iniciar a construção do chamado "palácios do povo", um display com o melhor design e arquitetura soviética. 


Durante a Segunda Grande Guerra, muitas estações foram usadas para encontros políticos e, outras, inclusive, como abrigo anti aéreo. Durante a Guerra Fria, as estações da linha Arbat foram planejadas com abrigos, em caso de uma guerra nuclear com os Estados Unidos...

Moscou possui um dos maiores sistemas de metro do mundo, com cerca de 320 km e 192 estações, transportando mais de 9 milhões de passageiros por dia (dados atualizados em 2014 - este tipo de informação deve ser sempre atualizada ao menos na Wikipédia, ok?). Além disto e, mais do que isto, a questão aqui é que algumas destas estações são monumentos históricos construídos durante e depois da II Guerra Mundial. São eficientes e rápidos também.

Vamos ao mapa? Tchan, tchan, tchaaann...



É possível pegar um mapa em alfabeto cirílico, o que pode ajudar bastante.



A ordem, a seguir, das estações não tem lógica alguma, só classifiquei as que visitei...Vamos lá?

Compra-se o ticket...

Começamos pela estação Ploschad Revolutsii, na Praça Vermelha: inaugurada em 1938,
mostra 76 estátuas, em bronze, de soldados e trabalhadores que defenderam a Nação Soviética.


Dizem que tem que passar a mão no focinho deste cachorro, por isto ela está tão clara...


Aproveite para tocar no bico do galo também...Tem algo relacionado a sorte...


 Então embarcamos e a sinalização para as próximas estações era bem clara! (!!!)


Chegamos à estação mais popular entre os turistas: Komosomolskaya. Desenhada nos anos 50, em estilo barroco, adornada de arcos e decorada com medalhões, candelabros e mosaicos.


Fizemos uma baldeação e desembarcamos na estação Prospekt Mira, com detalhes em cerâmica e mármore com temática botânica...


Abaixo, vemos a estação Novoslobodskaya, de 1952, repleta de lindos vitrais que retratam as profissões, consideradas por eles, intelectuais como o geógrafo, o pianista, o arquiteto, o pintor e o agrônomo.



 Tá vendo porque é melhor ter o mapa em cirílico?


Chegamos a estação Belorusskaya, construída em homenagem a economia da Bielorússia.



 A seguinte, obra prima do estilo Art Déco, Mayakovskaya, de 1938, ganhou o grande prêmio da Feira Mundial de Comércio de NY.



Veja bem, no meu caso, eu precisei de um guia porque eu estava coordenando um grupo de 17 pessoas e não poderia correr o risco de me atrapalhar e nem era o caso de nos aventurarmos. O que não significa que não seja possível desbravar o metrô russo, o que eu faria sem dúvida alguma, se estivesse sozinha. Acho uma aventura e tanto!! Além de linda, cheia de gratas surpresas. Quem sabe volto um dia... 

Uma coisa é certa: sempre há algo ou alguma coisa que nos confere um "click" na cabeça e nos leva a buscar mais e mais sobre o assunto. Para mim, a Rússia foi responsável por um destes cliques! 

Quer ir também? Escreva agora mesmo para a agência russa que nos levou. O dono, Vasiliy fala português e dá 5% de desconto para leitores do blog:  office@russian-fairytale.com


Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +