quinta-feira, 10 de agosto de 2017

A importância e a obrigatoriedade do Seguro Viagem


     Nunca se viajou tanto como nos últimos tempos. O que é ótimo e, sinceramente, espero que não seja moda e sim um novo hábito que só traz benefícios para mente, coração e alma.


      No entanto, nunca houve tantos "agentes de viagens" em grupos de redes sociais passando dicas furadas e informações distorcidas causando equívoco e até perigo para os turistas.


     Perguntar e receber informações sobre a sua viagem a um Agente de Viagens, uma cia aérea e uma seguradora são de graça, também. Porém, não é uma "experiência pessoal", mas informações profissionais e precisas.

     O orçamento de uma viagem nunca custou nada para o passageiro e não entendo esta onda de não querer se informar com um profissional da área. Assim, o que qualquer um disser em um grupo tá valendo, o que leu na Wikipédia tá valendo e o que o fulano fez e aconteceu na viagem dele já serve para planejar, ou não, a sua.

   Acho super válido pedir dica de restaurantes bons, perguntar sobre um hotel e tal, mas, quando o assunto é sério, não!!  Muita gente também indica o seguro que o cartão de crédito oferece caso compre sua viagem pagando com ele. Verifique o que está coberto, por favor! 

     Falemos, pois, do seguro viagem, sua importância e, em muitos casos, a sua obrigatoriedade.

Obrigatoriedade do seguro viagem


    Sobre a  obrigatoriedade quando se vai a algum país que faz parte do Tratado de Schengen: Não é porque o Polícia Federal nunca parou algum sujeito que já tenha ido 25 vezes a Paris, por exemplo, que o mesmo vá acontecer com você. Traço um paralelo para explicar:
  
   Você sabe bem que a cota para trazer produtos de fora é de 500 USD, certo? A Alfândega pára todo mundo e pede para abrir as malas? Não. Imagine o tamanho da fila que se formaria se fosse assim?. É por amostragem aleatória, certo? O mesmo acontece com sua carta de motorista. É obrigatório portá-la quando estiver dirigindo. Nem por isto é obrigado a apresentá-la para sair de casa, mas há batidas policiais pelas vias de vez em quando. Com o seguro viagem é a mesma coisa.

  Você até pode se arriscar a tentar entrar em algum país da Europa sem o seguro, mas e se a polícia de imigração te pedir? Não vale dizer que um sujeito em um grupo de rede social disse que não precisava, certo? Precisa sim. O Policial tanto pode te mandar de volta pra casa quanto te obrigar a comprar um seguro (que será bem mais caro) ali na hora. Sem choro nem vela!!

Caso verídico uso de seguro viagem


    De qualquer maneira, além do risco desnecessário de perder o destino ou desembolsar uma grana de última hora, a não aquisição de um seguro não é um boa escolha e vou contar um história verídica:

    Uma mulher, em seu primeiro dia em Paris, tropeçou na escada do metrô. Passou a tomar, por conta própria, anti-inflamatórios e no quarto dia da visita não conseguia mais andar. Foi chamada um ambulância no hotel e no hospital foi operada de emergência para colocação de dois pinos na cabeça do fêmur. O seguro, além de cobrir a cirurgia e internação, enviou a filha desta mulher para Paris e forneceu hospedagem em hotel próximo ao hospital durante 3 semanas até que a mãe recebesse alta. Ela foi embarcada em uma maca e voltou ao Brasil em primeira classe. Imagine o custo disto caso ela não tivesse um seguro?

    Tanto para casos mais leves, porém não menos importantes, como a diarreia de turista, crises de enxaqueca, contusões, fraturas, pneumonias, edemas, tromboses, intoxicação alimentar, extravio de bagagens e até mesmo assessoria jurídica, caso seja envolvido em algum assunto que necessite de deste tipo de assistência está incluso. Você pode, até mesmo, ir a óbito em uma viagem. E, aí? Quem vai trazer seu corpo de volta? E a papelada?

    É claro que quando viajamos somente pensamos no prazer que isto nos causará, mas nem por isto deixamos de estar sujeito a este tipo de complicação.

  Pense bem: O que são R$ 200,00 em face a estar seguro e segurado para qualquer tipo de ocorrência desagradável?

 Por isto, não pergunte mais se é tranquilo entrar na Europa sem seguro. A questão é que não é tranquilo para você mesmo.  

#paris vivências

O que o seguro viagem cobre?


Atendimento médico em caso de doença súbita, pré-existente ou crônica;
Atendimento odontológico de emergência;
Auxílio fisioterapia;
Auxílio compra de medicamentos;
Auxilio para pagamento de estadia em hospitais;
Transporte de retorno em veículo médico (ambulância ou avião);
Traslado de corpo;
Retorno antecipado;
Perda da bagagem;
Pagamento de fiança se for presa no exterior;
Seguro de vida;
Auxílio em caso de perda de documentos;
Acompanhante em caso de internação hospitalar


Empresas confiáveis de Seguro Viagem no Brasil 

Peça um orçamento, sem compromisso, para a corretora Cecília da Prestur. Além dela ser uma fofa, trabalhar no mercado de seguros viagem há mais de 30 anos, ela trabalha com os melhores, mais conhecidos, conceituados e consolidados do mercado.

 É sério, com saúde e segurança não dá para deixar pra lá!


 Ligue djá!!!! Cecília, uma super competente, que sabe tudo de seguros, vai te orientar de acordo com o seu perfil, destino e família o melhor seguro para o seu caso. E, acredite, não custa tão caro quanto você imagina. Não é gasto, é investimento que traz respeito ao seu bolso e a si próprio!

Telefone, passe e-mail, esclareça suas dúvidas, pesquise! Informação de qualidade é grátis (e, se chorar ela dá desconto)!

PRESTUR - Produtos de assistência emergencial em viagens
Fone: 55 11 5572-1332  /  Fone: 55 11 99475-9816



Você gostou desse artigo?

Inscreva-se e receba notícias, dicas, promoções e muito mais!

Cynthia Camargo é publicitária, agente de viagens, agente internacional e jornalista. Coordena viagens de arte, gastronômicas, de luxo e de incentivo pelo o mundo! Especializada no destino França, é autora do guia Paris Legal, editado pela Best Seller. Trabalha com o turismo de conteúdo há 20 anos e recebeu o prêmio Mulher Influente. Autora do blog de viagens SendoCy, conta suas experiências pelo mundo com dicas e muito humor! Acesse, leia e participe, se inscreva e conte suas histórias! Afinal, todo mundo tem uma história de viagem para contar! Google +